Mulheres com diabetes tipo 2 devem redobrar cuidados na gravidez.

Mulheres com diabetes tipo 2 devem redobrar cuidados na gravidez

O aumento do número de mulheres com diabetes tipo 2 (DM2), inclusive entre as jovens, é uma preocupação crescente. Durante a gravidez, essas mulheres enfrentam desafios adicionais que podem impactar sua saúde e a do bebê. É crucial um acompanhamento médico adequado para garantir uma gestação segura.

A Sociedade Brasileira de Diabetes destaca que a prevalência do diabetes mellitus tipo 2 na gravidez está em ascensão no país. Fatores como má alimentação, obesidade e sedentarismo contribuem para esse aumento. Segundo dados do Vigitel 2023 do Ministério da Saúde, a frequência do diagnóstico médico de diabetes é maior entre as mulheres do que entre os homens, atingindo 11,1% nas 27 capitais brasileiras.

Além disso, a idade avançada das mulheres durante a gravidez contribui para um aumento na prevalência do diabetes gestacional. Estudos mostram que cada vez mais mulheres grávidas têm DM2, o que representa uma mudança em relação aos anos anteriores, em que o diabetes tipo 1 era mais comum entre gestantes mais jovens.

Estudos recentes indicam que a prevalência de diabetes pré-existente em mulheres grávidas dobrou entre 1990 e 2020. Fatores como idade avançada na gravidez e aumento da incidência de DM2 em jovens contribuem para esse aumento.

Para garantir uma gestação saudável, é essencial um planejamento cuidadoso. O controle adequado da glicose e da hemoglobina glicada antes da gravidez é fundamental para reduzir o risco de complicações para a mãe e o bebê. Além disso, é importante manter um peso saudável e, sob orientação médica, fazer a troca de medicamentos orais por insulina, que é mais segura durante a gravidez.

É fundamental também manter um estilo de vida saudável, incluindo a prática regular de exercícios físicos e uma alimentação balanceada. O diabetes gestacional é outra preocupação para mulheres grávidas, exigindo rastreamento precoce e tratamento adequado para garantir uma gestação tranquila e reduzir o risco de complicações para a mãe e o bebê.